Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Amar ou não amar? A decisão é sua.

Mateus 22. 34 - 40
"34-Ouvindo os fariseus que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar. 35-Um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar: 36-Mestre, qual é o grande mandamento na lei? 37-Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. 38-Este é o primeiro e grande mandamento. 39-O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. 40-Destes dois mandamentos depende toda a lei e os profetas."

Vivemos em um mundo no qual o ódio e a ira dominam boa parte da população. Filmes e novelas incentivam as pessoas a serem vingativas. Até mesmo as pessoas que se dizem "boas", torcem para que o mocinho mate o bandido.
Brigas de trânsito acontecem por coisas cada vez mais banais, algumas chegam até a mortes.

Mas quando eu me volto para a Palavra de Deus, vejo algo totalmente diferente.

Jesus ensina da seguinte maneira:
Mateus 5. 21, 22
"21-Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo. 22-Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo, e qualquer que chamar a seu irmão de raca será réu do Sinédrio; e qualquer que lhe chamar de louco será réu do fogo do inferno."

No texto que eu citei como base(Mt 22. 34-40), Jesus nos fala de dois grandes mandamentos:
1º) Amar a Deus acima de todas as coisas

2º) Amar ao próximo como a si mesmo

Repare que tanto um como o outro são mandamento.

Quando se trata de mandamento, você é quem decide se quer obedecer ou não.
Ex. Deuteronômio 11. 26-28
"26-Eis que hoje eu ponho diante de vós a benção e a maldição:27-A benção, quando ouvirdes os mandamentos do Senhor, vosso Deus, que hoje vos mando;28-porém a maldição, se não ouvirdes os mandamentos do Senhor, vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes."

Deuteronômio 30. 16-20
"16-porquanto te ordeno, hoje, que ames o Senhor, teu Deus, que andes nos seus caminhos e que guardes os seus mandamentos, e seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas e te multipliques, e o Senhor, teu Deus, te abençoe na terra, a qual passas a  possuir. 17-Porém, se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido para te inclinares a outros deuses, e os servires,18-então, eu te denuncio, hoje, que, certamente, perecerás; não prolongarás os dias na terra a que vais, passando o Jordão, para que, entrando nela, a possuas. 19-Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e tua semente,20-amando ao Senhor, teu Deus, dando ouvidos à sua voz e te achegando a ele; pois ele é a tua vida e a longura dos teus dias; para que fiques na terra que o Senhor jurou a teus pais, a Abraão, a Isaque e a Jacó, que lhes havia de dar."

Deus deixou a decisão para o seu povo. Eles decidiriam se queriam ou não obedecer aos mandamentos de Deus.
Hoje não é diferente. Você decide se quer seguir a Jesus Cristo ou não. Porém Deus dá um alerta: "escolhe, pois, a vida, para que vivas"

E se amar a Deus e o próximo é um mandamento, logo, é você quem decide se quer ama-los ou não. A decisão é totalmente sua.

Vou contar-lhes uma ilustração:
"Uma mulher odiava sua sogra e queria matá-la. Então foi pedir ajuda à um velho sábio, o qual pegou algumas plantas em seu jardim e deu-as à mulher, e disse: 'Faça comida para sua sogra e coloque um pouco dessas plantas. E todas as vezes que for servir-la diga-lhe palavras amorosas. Faça isso todos os dias.'
A mulher foi embora e fez conforme o sábio havia lhe dito.
Passados alguns dias a sogra encontrava-se mais forte. Já a mulher percebeu que não odiava mais a sua sogra e que não queria mais sua morte.
Correu então para encontrar-se com o sábio. E pediu que ele desse algo para desfazer o veneno. O sábio disse que não precisava, pois o que ele tinha dado era um fortificante.
Moral da história: A partir do momento que começarmos a fazer o bem, e tratar bem as pessoas, os sentimentos de ódio serão transformados em amor.

Venhamos aprender a fazer o bem a todos.
Tiago 4. 17
"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e o não faz comete pecado."

Se as pessoas nos fazem o mal, faça o bem.
Romanos 12. 17-21
"17-A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas perante todos os homens. 18-Se for possível, quanto estiver em vós tende paz com todos os homens. 19-Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. 20-Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. 21-Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem."

Decida hoje amar a Deus e ao próximo.

Deus abençoe

2 comentários:

Luciana Leitão disse...

Vencer o mal com o bem é um dos maiores chamados do cristianismo.

Que o amor prevaleça. Sempre!

Parabéns pelo blog. Que Deus continue te abençoando cada dia mais! :)

Lu [@RabiscosDaLu]

Alex Cristão disse...

Obrigado Luciana. Sei que ainda não sou uma pessoa que escreve bem como você(rsrsrs), e que estou começando ainda com esse blog. Mas graças a Deus já tem ajudado pessoas. E isso me deixa feliz. Deus abençoe sua vida Luciana